Blog Saiba tudo sobre landing pages

Saiba tudo sobre landing pages

Ilustração de uma landing page em construção

As landing pages são páginas que possuem o objetivo único de converter a audiência. Isso significa gerar uma venda, capturar um e-mail de contato ou nutrir um lead e transformá-lo em um leitor habitual da sua página.


O marketing digital é composto por inúmeras estratégias e metodologias que são estudadas separadamente, mas que na prática acontecem ao mesmo tempo. Não há como pensar em presença online e ignorar as redes sociais e as páginas na web como meio de engajamento em relação à marca.


No entanto, é preciso organizar esse fluxo de informações e direcionar a sua audiência com relação a uma sequência de processo para ser capturada, se engajar, e ser convertida. Para isso existem as landing pages, que constituem uma estratégia poderosa de conversão.


Venha conferir tudo o que você precisa saber sobre landing pages para estruturar a sua primeira campanha. Boa leitura!


O que são Landing Pages?

Em tradução livre, landing pages (LP) são páginas de destino, ou a primeira que o usuário encontra ao acessar uma página. No entanto, o conceito de LP diz sobre páginas que possuem um único objetivo: converter o leitor.


Quando o usuário digita um termo na busca do Google e chega até o seu domínio, provavelmente acessou uma página como qualquer outra. Agora, se clicar em um anúncio, não faz sentido enviá-lo diretamente para um blog post, certo?


Esse tipo de página costuma possuir imagens de alto impacto, que dizem muito mais do que o próprio conteúdo inserido. Por outro lado, possui poucos links para evitar que o leitor se distraia.


Quais são os elementos de uma landing page?

Enquanto um blog posto mistura diversas informações ao mesmo tempo pela sua própria natureza, as landing pages são muito mais específicas. No primeiro caso o objetivo é conversão, engajamento, crescimento orgânico, linkagem e outros atributos. Para as LPs, o que importa é a fidelização desse leitor.


Confira aqui os elementos indispensáveis em uma landing page que converte.


Título e Subtítulo

De acordo com o portal CopyBlogger, cerca de 80% das pessoas leem apenas o título das páginas. As razões para isso são inúmeras, e é preciso compreendê-las para que o seu conteúdo seja cada vez mais otimizado.


O título e o subtítulo devem, ao mesmo que entregar valor, despertar a curiosidade do leitor para que ele se sinta instigado a consumir o restante das informações na página.


Esse título ainda pode ser compreendido como a proposta de valor. Uma dica é pensar em como o produto, serviço ou ideia vendido pela página pode mudar a vida de quem consome, traduzindo para poucas palavras.


Imagens de alta conversão

Seguindo a linha de raciocínio de que as pessoas estão lendo menos a cada dia, é preciso entender que as imagens e vídeos são poderosas ferramentas de comunicação. No entanto, precisam ser usados de maneira muito estratégica para serem efetivos.


A imagem deve ser uma forma de tangibilizar a proposta de valor. Isso significa, prints de tela, algumas páginas do e-book ou até mesmo fotos enviadas por outros clientes que utilizam o produto e atestam a sua qualidade.


Esse último ponto merece ser reforçado. Quando o leitor vê uma imagem de alguém como ele usando determinados serviços, gera identificação, o que facilita o processo de tomada de decisões. Esse efeito é chamado de prova-social, e jamais deve ser subestimado.


Descrição

As Landing Pages são as páginas que aplicam copywriting na veia. O copy é a modalidade de escrita que convence, ou a escrita persuasiva. É aquela capaz de tocar nas emoções e na racionalidade do leitor com o objetivo de convertê-lo.


Dessa maneira, é uma área que precisa ser aprofundada por quem deseja criar páginas de alta conversão. Um dos ensinamentos que os profissionais da área trazem é de que as sentenças devem ser objetivas.


Se apenas 20% das pessoas irão consumir o conteúdo da página até o final, qual é a razão para criar um material que avança por telas e telas?


O uso de bullet points, frases curtas e trechos em negrito ajudam o leitor a escanear a página e, com uma batida de olho, identificar todos os pontos que lhe despertam interesse.


Ainda, é fundamental falar em benefícios, e não em funcionalidades. As funcionalidades estão relacionadas ao produto e a empresa, já os benefícios dizem respeito a como o cliente irá se sentir em relação às funcionalidades.


Um Call-To-Action

Um blog post pode ter vários objetivos ao mesmo tempo. Pode converter, assim como pode levar o usuário para um próximo material. Tudo depende da estratégia adotada. Porém, para as landing pages, o objetivo deve ser único e exclusivo.


Se a sua LP foi criada para vender um produto, toda a página deve estar exclusivamente voltada para esse produto. Nada de ficar se alongando sobre a marca, linha de serviços ou conceitos. Se o objetivo é vender, então venda.


Assim, é natural que haja um call-to-action único. Ele pode aparecer em vários momentos na página na forma de botões ou links, mas todas as vezes em que estiver lá, será idêntico ao anterior.


Se você colocar um link no final pedindo para que o cliente visite o seu blog após preencher um cadastro, pode ter certeza de que ele irá para o seu blog e nem prestará atenção no formulário.


Formulário

Por fim, o formulário é como um cadastro para registrar o pedido. Pode ser um link para uma ferramenta de pagamento caso um produto esteja sendo vendido, como pode ser um campo de captura de e-mail para newsletter.


Não há um passo a passo para criar o formulário ideal, uma vez que depende dos objetivos de cada página. Se você quer capturar contatos, então não solicitará dados pessoais como cartão de crédito ou documentos, mas se for uma página de vendas, essas informações são fundamentais.


Com a Lei Geral de Proteção de Dados, para que você possa se proteger, é recomendado compreender os próprios objetivos e criar um formulário que conta única e exclusivamente com os dados essenciais.


Também, por conta da legislação, é preciso deixar um link com a política de privacidade para que o usuário saiba onde e como esses dados são armazenados.


Landing Pages: Páginas que convertem

Toda página tem potencial de converter uma audiência, e as landing pages são criadas exclusivamente com esse objetivo.


Porém, para que gerem resultados, é necessário que um valor real seja entregue para a sua audiência. Quando o conteúdo é criado de maneira genuína e honesta, tende a ser mais persuasivo.


Landing Pages e marketing de conteúdo andam lado a lado. Acesse a nossa página para compreender como podemos ajudá-lo a criar páginas que convertem!

Artigos relacionados.

Ver mais artigos
aida-atencao-interesse-desejo-acao-o-que-e-e-como-utilizar-o-metodo-na-pratica guia-basico-sobre-marketing-digital saiba-o-que-e-autoridade-de-pagina
Whatsapp
Ligue grátis 0800 750 5564
Ligue grátis 0800 750 5564