Entenda como o conteúdo gerado pelo usuário pode otimizar o e-commerce

Você já ouviu falar de conteúdo gerado pelo usuário (CGU)? É uma forma de criação de textos publicitários feitos pelo cliente ou por uma empresa especializada, como uma agência de marketing, que utiliza sites, blogs, mídias sociais, entre outros canais para divulgação de um tipo de comunicação mais espontânea a fim de gerar resultados.

Todo conteúdo gerado naturalmente é algo positivo para as empresas, em especial, as de e-commerce, pois quanto mais informações um produto possui em uma loja virtual, mais ele fica propício a ser comprado pelos visitantes. Assim, não pense duas vezes antes de começar a inserir o CGU no seu e-commerce. Vejamos mais como esta ferramenta funciona de fato.

O que significa trabalhar com conteúdo gerado pelo usuário?

Trabalhar com conteúdo gerado pelo usuário significa que as pessoas podem ter a oportunidade de falar o que perceberam sobre seu produto e se expressarem em sua loja virtual.

É uma forma de trazer os clientes mais para perto, interagir com seu e-commerce de uma forma mais humanizada e, com isso, gerar mais benefícios para ambas as partes.

Apesar de válida, é importante ter cautela na implementação dessa ideia. Deve ser feito um trabalho adequado por profissionais, geralmente, uma agência de conteúdo, que pode ajudar a implementá-la de forma que seja possível ter resultados positivos dessa prática. 

Benefícios do conteúdo gerado pelo usuário e sua importância

O conteúdo gerado pelo usuário traz uma vantagem importante para os e-commerces, pois ajuda a passar mais credibilidade e mais confiança aos visitantes, além de tornar mais popular a presença na internet.

A seguir, veja os principais benefícios de trabalhar com o conteúdo gerado pelo usuário: 

  • Dependendo do contexto, o conteúdo pode apresentar formas diferentes, como fotos, vídeos e textos;
  • Há uma melhora significativa nas vendas quando há a recomendação de outros compradores; 
  • Aumenta a confiança do cliente;
  • Há uma sensação de valorização pelo cliente. 

O formato deste tipo de conteúdo pode ser adaptável a diversos tipos de produtos. 

Como ampliar as vendas utilizando essa estratégia?

Utilizar corretamente o conteúdo gerado pelo usuário é necessário para obter bons resultados. É bastante raro que clientes comprem qualquer coisa sem antes visitar as redes sociais, vídeos no YouTube ou outras informações online sobre o produto.

Criar um conteúdo que seja interessante para um e-commerce é a mola-mestra deste método, mas pode ser um desafio para os gestores que têm inúmeras tarefas referentes ao gerenciamento da empresa. Assim, a melhor decisão pode ser confiar este trabalho aos seus próprios clientes.

O conteúdo gerado por eles não demanda grandes esforços para ser criado e é de grande importância, pois a participação dos clientes com suas experiências sobre o produto faz sua marca criar mais intimidade com o mercado e com os consumidores. 

É importante também estar atento ao design do site, pois quanto mais espaço for cedido para que os clientes opinem, mais conteúdo você poderá gerar, pois eles ficarão à vontade para se expressar.

O senso de comunidade entre os consumidores confere mais valor ao negócio, fazendo o nome da sua empresa se relacionar com o produto que você vende. Ao abrir este espaço de conteúdo para o consumidor, seus produtos terão mais riqueza de detalhes. Mesmo os feedbacks são importantes e devem ser incorporados a estas publicações.

Motivos para seu e-commerce utilizar o conteúdo gerado pelo usuário

1. Traz mais credibilidade à loja

As pessoas são muito influenciadas pela experiência de outras. Se um review negativo é acessado na internet, muitos evitarão comprá-lo apenas por saber que há pontos negativos neste produto. O marketing boca a boca é uma propaganda poderosa.

2. Investimento de baixo custo 

O conteúdo gerado pelo usuário não requer investimento financeiro. É um tipo de conteúdo espontâneo, pois mesmo que a empresa não esteja esperando, as pessoas vão sempre comentar sobre suas experiências, se foram boas ou não. Geralmente estes comentários são gerados no Google ou no Facebook. Quem oferece um bom produto e um bom atendimento ao cliente, não tem com quê se preocupar. 

3. Ter o cliente fornecendo conteúdo pode ser uma boa fonte de ideias

Isto é importante caso sua empresa não tenha um orçamento suficiente para produzir conteúdo, assim, o CGU pode ajudar na manutenção do calendário editorial. Mesmo os comentários dos visitantes podem ajudar nas pautas; muitas postagens para blogs, inclusive, já foram inspiradas em comentários do público.

4. Ajuda a definir a persona

Persona é um cliente fictício, com características baseadas em pessoas reais, bem como dados e comportamentos, localização demográfica e outras características do cliente ideal. 

Assim, interagir com o cliente e perceber suas características por meio do que ele tem a dizer ajuda a aprimorar o conhecimento sobre a sua persona. 

5. Cria uma melhor identificação com o seu e-commerce

Uma vez que seus clientes passam a ter um espaço de conteúdo próprio para eles, isto faz com que eles se identifiquem mais com a sua empresa, construindo um relacionamento mais próximo. Mesmo assim, é importante que seja feito um controle e uma moderação de tais comentários, para que nada inapropriado seja publicado. 

6. Ajuda a melhorar o SEO

O SEO é de grande ajuda para aumentar as chances de venda. Qualquer empresa deverá utilizar deste método, afinal, todos que têm intenção de comprar pesquisam na internet. Assim, estar entre os primeiros resultados nas buscas é fundamental.

Se sua empresa tem implementado o CGU, cada vez mais pessoas podem estar divulgando sua marca e seus links, ou citando alguma palavra-chave de algum produto. Isso favorece o ranqueamento de páginas de seu site nos canais de busca. 

Quando um conteúdo gerado pelo usuário é divulgado, a empresa passa a ter mais credibilidade, pois afinal, utilizar este método mostra que seu e-commerce é transparente. A empresa tem a coragem de permitir que um comprador fale sobre a sua marca ou seu produto. 

O conteúdo que é gerado pelo usuário não apenas deve ser publicado nas páginas de um site de e-commerce, mas deve ser usado também nas redes sociais, para gerar mais visibilidade para as lojas virtuais. 

Uma excelente forma de fazer estas postagens é por meio do uso de hashtags, que ajudam a divulgar e disseminar o conteúdo pela Web.

As hashtags são formas fáceis de automatizar a divulgação do conteúdo nas redes sociais, principalmente no Instagram e Twitter. Elas podem ser compartilhadas em qualquer abordagem, como: 

  • E-mails;
  • Podem ser colocadas em Bios nas redes sociais;
  • No conteúdo do seu site;
  • Em cartazes digitais;
  • No boca a boca;
  • Etc.

É possível utilizar diferentes hashtags para o conteúdo de seu e-commerce, dependendo dos resultados que você quer alcançar.  Assim, o seu e-commerce começará a aparecer para os seguidores de seus clientes também, conquistando mais relevância. 

Quer impulsionar suas vendas com o marketing de conteúdo? Então entre com contato agora mesmo com a RedaWeb! Somos especializados em produção de conteúdo e temos o melhor plano para o seu negócio. Acesse nosso site ou ligue para 0800 750 5564 e fale com um de nossos consultores!