Descrição Para uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo sua empresa precisa estar presente na maior rede social do mundo! Neste artigo você confere algumas dicas para utilizar melhor o Facebook...

O Facebook é a rede social mais utilizada no Brasil: de cada 10 brasileiros conectados, 8 estão presentes nele. São 99 milhões de usuários ativos todos os meses e 89 milhões que utilizam os dispositivos móveis para acessar. Diante da magnitude dessa rede (não apenas no Brasil, mas no mundo todo), o seu potencial como ferramenta de marketing tem sido intensamente explorado.

Outro dado interessante: em 2015, mais de 70% dos analistas de marketing afirmaram que as redes sociais haviam se tornado cruciais para as campanhas de marketing. Algumas pesquisas mostram que elas podem oferecer uma taxa de conversão 100% maior do que os canais de marketing tradicionais.

Usar o Facebook como suporte para realizar estratégias de marketing é praticamente obrigatório para as empresas se manterem no mercado atual. E isso, na maioria das vezes, independe do público-alvo, visto que essa é uma rede social altamente democrática, que reúne homens e mulheres de todas as idades, regiões, classes socioeconômicas e padrões de comportamento.

Mas, na prática, como pensar e executar estratégias para o Facebook?

Assuma sua identidade

O primeiro passo é ter uma página específica para a empresa (fanpage). Utilizar o perfil pessoal para divulgar a marca traz resultados muito limitados, além de não ser uma abordagem profissional. Portanto, se o seu negócio ainda não tem uma fanpage, já sabe qual é o primeiro passo a ser dado :)

Em segundo lugar, de nada adianta apenas criar a página, a identidade visual é extremamente importante: coloque uma foto de perfil, de preferência o logotipo da empresa e uma imagem de capa, que também tenha ligação com o seu negócio. Elabore um primeiro post de apresentação, convidando as pessoas para acompanharem a página.

Ainda falando sobre identidade, ela deve estar presente sempre: se a sua empresa tem um perfil mais sofisticado e dialoga com um público desse padrão, esse tom precisa se refletir nas postagens. Isso não significa escrever em uma linguagem rebuscada, porque as redes sociais têm justamente a finalidade de aproximar quem as utiliza. Mas não adianta querer utilizar um jeito mais cômico se isso não combina com a sua marca, não vai funcionar.

Autenticidade é algo muito importante na internet, especialmente no marketing digital. Mostrar a essência da empresa é a melhor maneira de atrair um público qualificado, ou seja, pessoas que realmente tenham potencial de se tornarem clientes.

Publique diariamente

O Facebook é uma rede social muito dinâmica e não faz sentido manter um perfil por lá se a frequência de postagens for baixa. No entanto, há de se ter cuidado: publicar muitas coisas no mesmo dia pode fazer com que uma postagem tire o foco da outra, ou seja, impedir que o internauta possa visualizar tudo. É por isso que uma atualização por dia é um bom número caso o número de seguidores de sua página não seja muito grande.

Importante: a frequência deve ser mantida inclusive nos finais de semana e feriados, que, inclusive, é quando as pessoas têm mais tempo de acessar a rede e consumir mais conteúdo. A ideia é que sempre que um usuário estiver navegando pelo seu feed de notícias, ele possa ver algo sobre a sua empresa, para que vá assimilando a marca gradativamente. É interessante que você deixe as postagens programadas para serem publicadas em momentos que você ou sua equipe não estejam trabalhando. (Você sabia que a RedaWeb pode publicar os textos produzidos direto em sua fanpage? Nos planos Avançado e VIP você conta conosco também para publicar o conteúdo em seu site, blog, página do Facebook, perfil do Twitter ou Instagram; clique e confira!)

É claro que apenas publicar não é o suficiente. Uma das maiores vantagens do Facebook enquanto ferramenta de marketing é deixar o cliente mais próximo da empresa. Para que isso possa acontecer, alguém precisa ficar de olho nos comentários e mensagens privadas que a página recebe, para dar um retorno aos seguidores. Atualmente, uma das coisas que mais tem o potencial de prejudicar a imagem de uma marca é quando ela não atende os clientes no ambiente virtual ou quando ocorre algum tipo de grosseria por algum atendente. Portanto, designe alguém para ficar responsável pelo gerenciamento da fanpage.

Fortaleça a sua marca

É evidente que postagens de interação (aquelas de bom dia ou desejando um bom final de semana, por exemplo) contribuem com a criação de proximidade com o público, mas se você quer usar o Facebook como ferramenta de marketing, não pode deixar de focar na sua marca. Divulgue produtos, serviços, faça promoções exclusivas para os seguidores da página e invista em marketing de conteúdo, seja com o conteúdo no próprio Facebook ou divulgando links dos posts do seu blog.

Substitua os textos longos e cansativos, que são pouco atrativos, por imagens, vídeos curtos e outros recursos visuais. Pense que quando a pessoa estiver na timeline, algo precisa lhe chamar a atenção para que ela pare e veja com calma do que se trata. O famoso “textão” no Facebook nem sempre traz bons resultados, porque a própria correria do cotidiano impede que os internautas tenham tempo para isso.

Além disso, você está disputando a atenção de cada seguidor com todos os outros amigos e páginas que ele acompanha, por isso, na hora de evidenciar a sua marca, criatividade é a palavra de ordem.

Utilize as métricas para acompanhar resultados e traçar novas estratégias


O Facebook disponibiliza uma série de métricas que permitem que os administradores da página possam fazer um diagnóstico completo dela e usar isso para traçar estratégias. As principais são:

  • Alcance: uma visão geral sobre quantas pessoas visualizaram a página. É possível medir tanto o alcance orgânico quanto aquele que foi obtido com anúncios pagos;
  • Likes: as famosas “curtidas” mostram quantas pessoas estão de fato interessadas em seu conteúdo. Fique atento, sobretudo, a quem retira o like e tente identificar um padrão de “descurtidas”. Verifique o que foi postado/comentado nos dias que tiver muitas “descurtidas”;
  • Pessoas falando sobre isso: é a categoria que mensura as interações de pessoas com a página, englobando compartilhamentos, comentários e citação da página no último mês;
  • Taxa de rejeição: mede quantas pessoas ocultaram publicações e denunciaram a página. Aqui também é possível ver quantos seguidores deixaram de curtir a fanpage;
  • Engajamento: envolve cliques, curtidas (nos posts), comentários e compartilhamentos, sendo que cada ação tem um peso diferente. Um compartilhamento vale mais do que um like, por exemplo. É uma métrica bem completa e que não pode ser ignorada.

Enfim, o ideal é que se faça um acompanhamento semanal dessas métricas e sempre guarde os relatórios para poder comparar e mensurar quais as estratégias de marketing de conteúdo estão surtindo efeito. Conte sempre com a RedaWeb para traçar uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo para o Facebook. Basta se cadastrar e escolher um de nossos planos =)